o line-up de ouro 2015/16

Muito cedo pra falar de Oscar, mas a certeza é de que os indicados, assim como ocorreu este ano, não serão filmes populares. Com o anúncio dos filmes que serão exibidos no seletíssimo Telluride Festival, a gente já começa a entender o extrato de 2015.

steve jobsSteve Jobs. Direção do Danny Boyle e roteiro do Aaron Sorkin. No elenco, Michael Fassbender e Kate Winslet. É aquele filme com troca maluca de atores e diretores. David Fincher era o diretor, mas a Sony não quis pagar o cachê cobrado nem dar controle criativo total. E com Fincher, Jobs seria papel de Christian Bale. Com a saída de Fincher, entraram Danny Boyle e Leonardo DiCaprio, que desistiu e passou a bola para Bale, que também recusou achando não estar pronto para o papel. E assim apareceu Fassbender. Mas o Sorkin queria o Tom Cruise. Enfim, em outubro o filme começa sua via crucis pelos festivais de Nova York e Londres, mais ou menos o caminho que A Rede Social percorreu.

carolCarol. Novo filme do Todd Haynes, sempre muito delicado com o universo feminino. Em Carol, uma jovem (Rooney Mara, ganhadora da Palma de melhor atriz em Cannes) se apaixona por uma mulher mais velha, a Carol do título (Cate Blanchett). No elenco ainda estão Sarah Paulson, Kyle Chandler e um jovem ator muito bom chamado Cory Michael Smith, que está em Gotham.

black massBlack Mass (Aliança do Crime). A volta por cima do Johnny Depp depois de tantos filmes ruins. Ele vive Whitey Bulger, irmão de senador, mafioso e informante do FBI. O elenco é tão bom que não caberia num só parágrafo, então vai só um nome: Benedict Cumberbatch. O filme acaba de ser exibido no Festival de Veneza e depois vai passar nos de Toronto e Londres.

beasts of no nationBeasts of No Nation. No dia 16 de outubro, Beasts vai estrear simultaneamente nos cinemas, na internet e na Netflix. Sim, a Netflix pagou 12 milhões pelos direitos! É também o primeiro trabalho que veremos do Cary Fukunaga, depois da alucinante primeira temporada de True Detective. O filme é baseado na história de Agu, um menino soldado obrigado a lutar na guerra civil de algum país esquecido da África. Idris Elba está no elenco. E é assustador!

o regressoThe Revenant (O Regresso). Depois da consagração de Birdman, Alejandro González Iñárritu retorna com um filme que já é uma lenda. A história é baseada em fatos reais, sobre um homem (Leonardo DiCaprio) que se vinga dos colegas que o abandonaram para morrer depois de um ataque de urso. O filme já é uma lenda por causa dos seus bastidores, um caos: estouro de orçamento, atrasos e muitas brigas, uma vez que as locações eram em lugares de condições extremas, a fotografia não usou luzes artificiais e a decisão de filmar como um plano contínuo, como em Birdman, dificultou tudo ainda mais. O filme ainda está em pós-produção, mas o trailer é de cair o queixo!

suffragetteSuffragette. Parece ser o filme britânico do ano. Carey Mulligan, Meryl Streep e Helena Bonham Carter vivem as primeira feministas britânicas a lutar com mais força pelo direito ao voto. Ao verem que manifestações pacifistas não dão resultados, elas arriscam tudo que têm para que todas as mulheres tenham seus direitos garantidos.
spotlightSpotlight
. Escrito e dirigido por Tom McCarthy (Up!, O Agente da Estação, O Visitante, Ganhar ou Ganhar) o filme é sobre a reportagem vencedora do Pulitzer que revelou décadas de casos de pedofilia dentro da igreja católica. Michael Keaton (ele voltou mesmo), Liev Shreiber, Rachel McAdams, Mark Ruffalo, Stanley Tucci, John Slattery e Billy Cudrup estão no elenco. O filme acaba de passar por Veneza e ainda tem Telluride e Toronto pela frente.

macbethMacbeth. O diretor Justin Kurzel não é muito conhecido pelo público, mas já ganhou o prêmio do juri numa mostra no Festival de Cannes e foi indicado este ano por Macbeth. Ele também já grudou no Fassbender, pois também vai dirigi-lo na adaptação de Assassin’s Creed. Apesar da pouca badalação, o filme está pegando pesado no quesito “elogios da crítica”, como bem mostra o novo trailer. E a Lady Macbethe é a Marion Cotillard, ou seja… Que casal!

Vamos ver se teremos algumas surpresas. Vale dizer que Que Horas Ela Volta estreou em algumas salas nos EUA e foi muito elogiado.

Anúncios

Um comentário em “o line-up de ouro 2015/16”

  1. Olá, Alexandre! Há muito tempo estou devendo uma visita com mais calma ao seu blog. Sempre ótimo! A propósito, Beasts of no Nation não é meu favorito, mesmo porque não assisti a todos os filmes acima, mas é realmente assustador!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s