os 10 anos do fim de sfu

sfuHá um histórico de posts sobre Six Feet Under neste blog. E a razão de celebrar os 10 anos do seu episódio final é simplesmente porque ela é, na minha opinião, a melhor série já produzida. E com o melhor final de todos os tempos. Para relembrar um pouco a família Fisher, um apanhado do que foi o apoteótico final.

SPOILER, obviamente. E não leia se você nunca viu a série – SFU é uma experiência de vida.

  • Quando os roteiristas começaram a trabalhar a quinta temporada, eles sabiam que seria a última. Embora a ideia era que Nate morresse – e isso estava certo desde o início, já que “Nate era um cara que estava fugindo de sua mortalidade desde sempre”, nas palavras do criador Alan Ball – eles não queriam que o final fosse com a morte dele. Até que um dos roteiristas sugeriu matar todos os personagens. A equipe toda riu no início, então viram que era uma boa ideia. Depois acertaram que Nate deveria morrer três episódios antes do final.
  • Alan Ball se isolou numa cabana para escrever o episódio final – Everyone’s Waiting. Ele disse ter chorado copiosamente. Os sete minutos finais foram escritos como uma montagem bem específica, já com a música Breath Me em mente.
  • Breath Me foi uma sugestão do supervisor musical Gary Calamar. Sia ainda estava longe de ser a estrela que é hoje, aliás, ela é grata pelo bom uso de sua música na série. E Breath Me já tinha sido escolhida para o vídeo promocional da temporada. Cold Wind, do Arcade Fire, quase foi a música do promo, mas acabou entrando num dos episódios.
  • Como cada parte da sequência final foi escrita com precisão, não havia material extra para a edição, o que fez o editor Michael Ruscio penar. Ele também teve que alongar a música, que começa a ser cantada exatamente quando o carro de Claire começa a andar, uma referência a abertura da série, quando a roda da maca gira. E no trecho “be my friend”, Claire reencontra Ted.
  • A última cena filmada foi a de Claire dirigindo na estrada para uma nova vida. Usaram um helicóptero e uma van. Ball quis que a série terminasse assim porque começou com uma morte no carro. E Claire foi a última a morrer porque ela era a artista, a que via tudo.
  • Lauren Ambrose ainda chora quando lembra da gravação da cena em que tira a foto da família na varanda de casa. Ela disse que o fim da série mexeu muito com ela, afinal, a série foi praticamente sua formação como atriz.

Parei de rever o final porque comecei a me descontrolar e meu coração começou a doer. É sério.

Por onde anda o elenco?

Peter Krause terminou de fazer Parenthood e já está no elenco de The Catch, série da ABC, produzida pela Shonda Rhimes. A série deve estrear no fall season deste ano.

Depois de Dexter, Michael C. Hall tem diversificado bastante sua área de atuação. Fez os filmes Versos de um Crime e Julho Sangrento. Tem feito bastante dublagens e fez Hedwig and the Angry Inch. Em 2016, ele estará no elenco do filme Christine.

Lauren Ambrose fez participações em séries e estará nos novos episódios de Arquivo X.

Frances Conroy esteve nas quatro temporadas de American Horror Story, onde reencontrou a colega Kathy Bates. Ela não foi confirmada para a quinta temporada – Hotel – e tudo indica que ficará mesmo de fora, pois está no elenco da série Casual, do Jason Reitman.

Rachel Griffiths tem alternado trabalhos nos Estados Unidos e na Austrália. Depois de Brothers & Sisters, ela chegou a fazer mais uma série em solo americano, Camp, que teve só uma temporada, e uma participação em Walt nos Bastidores de Mary Poppins. Na Austrália, tem feito filmes e minisséries.

Matthew St. Patrick tem feito várias participações em séries. A última foi na temporada final de Sons of Arnachy.

Anúncios

3 comentários em “os 10 anos do fim de sfu”

  1. Eu tive um arrepio quando li ontem que no dia 21 de agosto, comemoramos os 10 anos do final de SFU.
    Eu corri pra rever alguns trechos que amo, mas não consegui rever o final. Eu quis, mas não consegui colocar pra rodar.
    Acho que vou rever, enfim, a série. Não conseguir rever o final indicou isso. O final faz parte de tudo o que experimentamos.
    Eu tive um dos choros mais pesados da minha vida.
    Pra mim, SFU é a melhor série já feita mesmo.

  2. O tempo está corrido, mas não posso deixar de passar aqui para lembrar o quanto amo esta série <3…Assim como a Lauren, acho que a cena que mais me marca no fim é justamente esta cena na varanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s