o fim de uma era

mad men person to person donComo eu terminaria Mad Men? Acho que quando a gente quer terminar algo, devemos voltar para o início de tudo. Logo, eu encontraria um lar para Don, mas para que ele realmente tenha um lar, ele teria que finalmente se encontrar e fazer as pazes com Dick. Não sei exatamente como faria isso, mas acho que o Matthew Weiner deu desfecho absolutamente lindo a todos os seus personagens. Não teve essa coisa de “felizes para sempre’, e sim um lampejo do que Betty, Roger, Sally, Pete, Joan, Peggy e Don vão fazer. Ainda bem.

Depois de ver Person to Person, o derradeiro episódio, vi o piloto, Smoke Gets in Your Eyes. É impressionante como este episódio, e toda a primeira temporada, estão nos últimos episódios da sétima (Lost Horizon, 7×12, entrou pra lista de melhores). São os mesmos temas e até os mesmos arcos, só que num volume mais alto. Veja a fuga de Don a partir de de Lost Horizon, ele revisita seu passado: a pobreza, a guerra, o fracasso, a encruzilhada… Tudo o que fez de Don sua maior invenção. Ao reconhecer o buraco que cavou, Don e Dick finalmente se fundem (person to person) no cenário mais improvável para um homem da Madison Avenue.

Numa cena em que Jon Hamm tem um dos momentos mais comoventes de seu personagem, Don encontra o auto-perdão. Em Smoke Gets in Your Eyes, ele vai tomar um drink com Rachel Menken, que assim como Peggy, o vê exatamente como é: “Mr. Draper, eu não sei no que o senhor acredita, mas eu sei como é se sentir deslocado. Desconectado. De enxergar o mundo como as pessoas vivem. Algo me diz que você também disso.” Ele desconversa, mas Rachel sabe do que está falando. Talvez ela tenha sido a única mulher que balançou seu coração de verdade, e como parte de um desfecho, ele foi atrás dela nos últimos episódios.

Já Peggy, a menina que entrou na série ouvindo as piadinhas de Ken, Pete, Paul e Harry, atravessou a década de 1960 como uma flecha. Os melhores momentos de Mad Men foram os compartilhados entre ela e Don (The Suitcase – imbatível), e claro que Weiner deu uma última conversa aos dois. O futuro de Peggy é incerto, mas feliz ao lado (finalmente) de Stan. Pode ser que ela vire a diretora de criação, pode ser que ela vire sócia de Joan… O importante é que sejam quais forem suas decisões, ela já aprendeu que pode ter tudo, assim como Joan.

Outro paralelo entre a primeira e a última temporadas é Betty. A esposa linda e aparentemente perfeita se desiludiu ao ver que as coisas não eram como a ensinaram. Ela passou a fazer terapia após crises de ansiedade, e na última temporada, precisou ir ao médico após perder o fôlego e cair. O Lucky Strike que deixou Don nervoso no episódio piloto deu um câncer para Betty, que, surpreendentemente, a fez crescer. Sally então tomou as rédeas da família, não apenas dos irmãos, mas também do pai, sempre tão ausente.

Na costa da Califórnia, onde tudo termina, Don encontra sua redenção e percebe que não precisa mais fugir, pode voltar para casa. Não mais para a casa no subúrbio, de porta azul, onde ele chegava no meio da noite e ia cobrir os filhos como num comercial de seguro de vida, mas para um lugar onde ele não é mais atormentado pelos esqueletos no armário. O mad man agora pode vender qualquer coisa, e usou sua experiência num retiro riponga para fazer o comercial da Coca-Cola que encerra o episódio. Embora muitos tenham achado esse final cínico, eu achei apropriado e juro que não vi cinismo.

Este comercial (No Brasil virou “Isso é que é”) é conhecido por ser a primeira campanha a não vender diretamente um produto, mas um conceito. Não é uma bebida, mas uma bebida que celebra a união. It’s toasted.

>Pra quem quer saber o que o próprio Weiner quis dizer com este final, é só clicar aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s