a rainha do sci fi

zoe saldanaLá nos idos de 2002, Zoe Saldana estava fazendo filme com Britney Spears. Talvez nem em seus sonhos mais ambiciosos, ela imaginava se tornar a rainha do sci fi. Não é exagero, Zoe co-estrela Star Trek, Avatar e Guardiões da Galáxia. Star Trek já teve dois filmes e caminha para o terceiro (previsto para 2016), Avatar terá mais três continuações a partir de 2016, e Guardiões da Galáxia, que estreou esta semana, ganhou sinal verde para um segundo filme. Se pudesse, ainda faria o novo Star Wars, mas sua agenda está ocupadíssima com as sequências de Avatar.

Zoe não é rainha apenas por estar em três franquias intergaláticas, mas porque suas personagens têm o que dizer e fazer. “Eu gosto de estar no espaço porque há papéis melhores para mulheres no espaço. Eu não tenho que ser apenas o interesse romântico, ou fazer um papel que não tem relevância alguma para a história, ou uma mulher que não parece uma mulher de verdade”, disse numa entrevista. E ela está coberta de razão. A maioria dos papéis femininos, especialmente em blockbusters, é mal resolvido. São papéis de encaixe, que exigem apenas que a atriz fique bonita e seja uma boa vítima.

Ao ser perguntada se essa sequência de personagens é uma estratégia, ela respondeu que não. Simplesmente aconteceu. Em O Terminal, de 2004, Zoe interpretou a agente da imigração Dolores, uma trekker (fã de Star Trek), praticamente uma premonição do que viria. Em Star Trek, ela faz Uhura, uma personagem ícone. Em 1966, no auge dos protestos pelos direitos civis dos negros, Nichelle Nichols entrou para o elenco de Jornada nas Estrelas como a primeira tenente Uhura. Nichelle foi uma das primeiras atrizes negras a fazer uma personagem negra não estereotipada (como disse Woopi Goldberg, “tem uma negra na televisão e ela não é empregada”) e a primeira a dar um beijo inter-racial na televisão (com kirk – William Shatner), o que lhe rendeu uma enxurrada de cartas. As coisas evoluíram (aparentemente) para os atores negros, mas que a partir das personagens de Zoe, os papéis femininos melhorem, não apenas no sci fi, onde ela já dividereinado com Sigourney Weaver.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s