eu te amo. corta. eu te odeio

diário de uma paixãoEsta semana, o diretor Nicholas Cassavetes disse que Ryan Gosling não gostou nem um pouco de ter Rachel McAdams como seu interesse romântico em Diário de uma Paixão, justamente o filme que muitos consideram ultra romântico. Segundo o diretor, Gosling o puxou para um canto e pediu para que a substituísse. “Eu não consigo tirar nada dela”, disse ele. Em seguida, um produtor entrou na conversa e os dois gritaram um com o outro enquanto Cassavetes saía para fumar. No fim, os ânimos sossegaram e as filmagens seguiram. Curiosamente, McAdams e Gosling nasceram no mesmo hospital e namoraram duas vezes depois do filme.

romeu e julietaClaire Danes e Leonardo DiCaprio. Leo tinha 21 anos quando interpretou o Romeu de Baz Luhrmann. Danes tinha 16 e entrou para substituir Natalie Portman, que tinha apenas 14 e parecia jovem demais para contracenar com DiCaprio. Ele gostava de pregar peças em seus colegas de elenco e na equipe, enquanto Danes era muito séria e madura. Ela o considerava muito imaturo. Por isso mesmo, ela o evita ao máximo quando as câmeras não estavam ligadas. Nem sequer falava com ele.

arquivoxDavid Duchovny e Gillian Anderson. Os dois se odiavam. Segundo Duchovny, eles brigavam por coisas bobas e sequer suportavam olhar um pro outro. As coisas ficaram assim quando Anderson descobriu que o cachê de Duchovny era bem mais alto que o dela, o dobro, na verdade. “Eu tinha que andar atrás dele, nunca do lado. Quando saíamos de carro para entrar numa casa, eu tinha que estar um passo atrás, mesmo tendo a mesma quantidade de falas”, disse ela ao The Telegraph, há alguns anos. Parece que os dois já fizeram as pazes e até declararam querer um novo filme do Arquivo-X.

kramer vs kramerMeryl Streep e Dustin Hoffman. Meryl Streep reclamou que sua personagem em Kramer vs. Kramer era unilateral e até misógina, então ela reescreveu a maior parte de suas falas, o que deixou Hoffman bastante irritado, pois ele achou que ela queria deixá-lo em segundo plano. “Eu odiei sua ousadia”, disse ele. Numa cena de briga, ele improvisou e jogou uma taça de vinho parede, o que irritou Streep. Os anos passaram e as desavenças amoleceram. Hoffman disse que passava por um divórcio durante as gravações e acabou descontando sua raiva em Meryl Streep.

infratoresTom Hardy e Shia LaBeouf. Não se sabe como tudo começou, mas pelo que Tom Hardy contou, Shia estava bebendo quando o atacou com tudo. “Ele é um cara assustador”, disse. “Ele me derrubou e eu acordei nos braços do Pnut (personal trainer de Hardy). Tudo isso aconteceu nos bastidores de Os Infratores. Pelo menos ele contou a história rindo.

adoro problemasJulia Roberts e Nick Nolte. Não se sabe muito sobre o conflito dos protagonistas de Adoro Problemas, mas anos mais tarde, Julia Roberts disse que achava Nolte “um ser humano nojento”. Em resposta, ele disse: “Não é legal chamar os outros de nojento. Mas ela não é uma pessoa boa. Todo mundo sabe disso”. Pior que a fama dela é essa mesma.

divisão de homicidiosHarrison Ford e Josh Hartnett. Ford tem um histórico de atritos com colegas: Shia LaBeouf (olha ele aqui de novo), Sean Youg (mais a seguir), George Lucas e Ridley Scott. Não se sabe o que aconteceu entre ele e Hartnett, mas a relação dois dois não foi nada calorosa durante as filmagens de Divisão de Homicídios. Hartnett disse que no fim, não foi tão ruim, mas houve momentos estranhos, como ter que fazer uma cena dentro do carro e os dois ficarem uma hora em total silêncio.

wall streetSean Young, um monte de gente e Tim Burton. Bill Murray, Kevin Costner, James Woods e outros detestaram trabalhar com ela – e olha que Murray e Costner tinham fama de chatinhos. Young tinha sido escalada para fazer o primeiro Batman do Tim Burton, mas machucou o pé (Kim Basinger entrou no lugar), então ela quis ser a Mulher Gato no segundo filme. Tanto que ela fez seu próprio figurino e levou para o estúdio para mostrar e provar que ela era a atriz ideal. A lenda diz que Burton se escondeu no banheiro para não encontrá-la.

Sean Young e Charlie Sheen. Youg foi escalada para fazer o papel da mulher de Gordon Gekko (Michael Douglas), mas ela achava que deveria fazer o papel da namorada do personagem de Charlie Sheen, que foi interpretada por Daryl Hannah. Mesmo com o início das filmagens, ela não sossegou e fez campanha pela troca, até disse que Hannah estava triste em ter que fazer o papel. De nada adiantou. Irritada, ela começou a chegar atrasada e fazer birra, o que irritou Charlie Sheen (sim, o Charlie Sheen), que escreveu num papel “eu sou uma vadia” e colou nas costas de Young. Ela circulou com o papel durante um bom tempo até perceber – para ver como todo mundo a amava e respeitava. E assim Charlie Sheen virou Charlie Sheen.

baby janeJoan Crawford e Bette Davis. A lenda diz que as duas nunca se deram bem, o que piorou muito durante as filmagens de O Que Terá Acontecido com Baby Jane? Houve chute acidental, sabotagens e muita implicância. A gota d’água foi quando Bette Davis foi indicada ao Oscar e Joan Crawford, não. Crawford não apenas fez campanha contra Davis, ela ainda procurou as outras atrizes indicadas para se oferecer para receber a estatueta caso uma delas não pudesse comparecer. No final, Anne Bancroft acabou ganhando o Oscar e a briga das duas só serviu para aumentar a bilheteria do filme. Anos mais tarde, o diretor Robert Aldrich tentou repetir a parceria com as duas atrizes no filme Com a Maldade na Alma. Crawford deixou o filme quatro dias antes do início das filmagens alegando estar doente. Mas dizem que Davis mandou instalar uma máquina de Coca Cola no set, sabendo que o marido de Crawford era presidente da Pepsi. Olivia de Havilland subtituiu Crawford.

anthony danielsKenny Barkers e Anthony Daniels. Os dois foram os amigos robôs R2D2 e C3PO, respectivamente, nos três primeiros Star Wars. Numa entrevista durante um evento promocional em 2005, Kenny Barkers disse que não tinha contato com Daniels. “Eu achava que ele não se dava bem apenas comigo, mas descobri que ele é assim com todo mundo. Ele tem se tornado uma pessoa esquisita ao longo dos anos. Se ele se acalmasse e socializasse, poderíamos fazer uma fortuna fazendo aparições em tours e convenções. Já falei com ele quatro vezes sobre isso, na última, ele me olhou de cima pra baixo como se eu fosse um pedaço de merda. Então ele disse ‘eu não faço muito essas convenções, vá embora, homenzinho’. Me senti realmente humilhado. Ele é grosso com todos, inclusive com os fãs”.

Parte 2 aqui.

Anúncios

3 comentários em “eu te amo. corta. eu te odeio”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s