smash de verdade

Tá, não vou falar mal de Smash de novo (embora esteja me coçando para não falar da vergonha alheia que foi parte do último episódio), mas falar sobre o que a série era para ser, os bastidores de um grande musical. Se você realmente gosta do tema, vale entrar no site da dupla Möeller e Botelho, responsável pela montagem de grandes sucessos como Hair, Sweet Charity, Avenida Q, A Noviça Rebelde, Um Violinista no Telhado… Ao longo de anos eles profissionalizaram este gênero no Brasil e formaram muita gente. Atualmente estão ensaiando O Mágico de Oz para estrear no Rio em Junho. Será o maior musical até agora, orçado em 8 milhões de reais. No site há vídeos das audições, ensaios e entrevistas, não só de O Mágico, mas de todas as peças mais recentes. O único problema é que estes materiais não estão agrupados  devidamente, não é clicar e ter tudo relacionado ao musical, é preciso explorar e ter um pouco de paciência. O vídeo acima é sobre as audições e como é o trabalho da produtora de elenco Marcela Altberg.

Anúncios

spoiler!

Temporada 2011/2012 acabando. Em alguns casos, a gente nem sabe o que esperar. Aqui vão algumas notícias sobre alguns dos seasons finales. Sem problemas, spoliers não muito reveladores. Se a sua série preferida não consta aqui, põe nos comentários que eu atualizo a lista, ok?

House. A série termina de vez com o episódio Everybody Dies, que vai ao ar no dia 21 de maio. Agora que sabemos que Wilson tem câncer, é quase certo que o final será sobre ele e House. Robert Sean Leonard disse que o final será abrupto. Quase todos os personagens que passaram pela série vão retornar para um último adeus, até quem já morreu. Olivia Wilde, Amber Tamblyn, Kal Penn e Jannifer Morrison estão confirmados. Lisa Edelstein, a dr. Cuddy, não deve voltar.

Desperate Housewives. Outra série também na 8ª temporada que vai dar adeus. Tudo termina no dia 13 de maio com o episódio Finishing the Hat. A nova situação financeira de Gaby e Carlos vai alterar não só vida deles, mas também de todos em Wisteria Lane. O foco principal será o julgamento de Bree, quando alguém tentará levar uma arma escondida para o tribunal. Como Wisteria Lane foi a rua com o maior índice de mortes no mundo das séries, nada mais natural que ressuscitar Martha Huber, Karl, Rex, Mike e a não morta Katherine para dar um tchau. Marc Cherry, o criador da série, disse que o final será satisfatório para todos que a acompanharam por tanto tempo.

Glee. A série não vai acabar, mas alguns personagens vão sair do elenco fixo. Ninguém sabe dizer exatamente quem. O último episódio da temporada concentrará nas Nacionais e na formatura de Rachel, Finn, Mike, Kurt, Quinn, Santana, Brittany e Puck. Alguns meses atrás foi anunciado que Lea Michele continuaria na série. Enquanto isso, Chris Colfer exibiu o seu primeiro longa (escrito e protagonizado), Struck by Lightning, durante o Tribeca Festival. E recebeu elogios.

The Good Wife. Tudo vai ficar de cabeça para baixo. Josh Charles (Will) disse que a temporada vai terminar no elevador, como a temporada passada, mas de uma forma completamente diferente. Os já recorrentes Patti Nyholm (Martha Plimpton) e Louis Canning (Michael J. Fox) vão se juntar para tentar falir a Lockhart/Gardner, acusando o escritório de fraude. Kalinda se complicará ainda mais quando esqueletos de seu passado forem desencavados por conta de seus problemas com a receita. E o investigador/pai de família Andrew Wiley reaparecerá na série. Ah, sim. O season finale é amanhã!

Grey’s Anatomy. Perigo! “Esta pode ser a última vez que estes médicos trabalharão juntos”. “Pode muito bem ser o último dia de vida de alguns destes médicos”. “Estamos levando nossos personagens para uma jornada que eles nunca vivenciaram antes. É uma decisão chocante que eu tomei, e foi realmente estressante para mim”. Estas frases são de Shonda Rhimes, criadora e showrunner da série. Algo vai acontecer obrigando todos os personagens a se colocar numa posição inédita. Algo realmente perigoso. Ao mesmo tempo, alguns dos médicos poderão ir trabalhar em outros hospitais – isso quem passar no exame, e já foi dito que nem todos terão sucesso. A atriz Sarah Drew, que faz a April Kepner, disse que mal consegue esperar para ler o roteiro do primeiro episódio da 9ª temporada. “É um gancho tão grande que ninguém sabe o que vai acontecer com os personagens. Tudo foi jogado ao Limbo”. E alguém vai morrer.

Revenge. Um terrível acidente fará alguém voltar para a cidade. E provavelmente uma morte será o gancho para a segunda temporada.

Smash. Bombshell vai estrear, mas não exatamente na Broadway. E quem fará Marilyn? Karen, Rebecca ou Ivy? Megan Hilty, a Ivy, disse que as coisas precisarão piorar antes de Ivy se dar bem. A atriz Bernadette Peters retornará como a mãe de Ivy.

on demand

Este post é quase por encomenda.

Para Lis. Seu amado espinhudo Pinhead deve ganhar uma série de tv só para chamar de sua. A produtora Sonar Entertainment e o produtor executivo Larry Kuppin (homem por trás da New World Pictures, responsável pelos dois primeiros filmes) anunciou que a série Hellraiser: the Series está em desenvolvimento. Ainda não há cronograma. A ideia é fazer uma primeira temporada de 13 episódios, mas não foi informado se será uma vítima por episódio ou se será um arco. O filme mais recente foi lançado ano passado, Hellraiser: Revelations.

Para Julia. Eu assisti Pina porque Julia escreveu muito bem sobre o “docutributo” em seu blog. No filme do Wim Wenders há o segmento do espetáculo Kontakthof. Em 2008, 30 anos após a estreia do espetáculo original, Pina decidiu remontar Kontakthof usando adolescentes com idades entre 14 e 18 anos. Garotos sem qualquer conhecimento de dança e que não poderiam ser mais diferentes entre eles mesmos. A montagem deste espetáculo foi devidamente registrado e virou o filme Sonhos em Movimento, que acabou de entrar em cartaz nos cinemas. Durante um ano eles foram moldados pela própria Pina e por suas bailarinas veteranas, e elas conseguiram encontrar um denominador comum entre estes jovens.

cinemacon 2012

Durante quatro dias, toda a nata da indústria cinematográfica mundial se reuniu numa convenção em Las Vegas chamada CinemaCon – sim, mais ou menos um irmão caçula da Comic-Con, mas fechada apenas para estúdios, parceiros, exibidores, distribuidores, donos de cinemas, realizadores etc. O CinemaCon começou no ano passado, mas a edição deste ano foi mais barulhenta. Infelizmente, os materiais apresentado não foram divulgados. Vejamos o que saiu de lá e que nos interessa.

Sony. O estúdio exibiu prévias dos três grandes filmes para este ano: O Espetacular Homem-Aranha (06/07), Homens de Preto 3 (25/05) e 007 – Skyfall (02/11), mas nenhum fez mais estardalhaço que a nova versão de O Vingador do Futuro. O filme é dirigido por Len Wiseman (Anjos da Noite) e protagonizado por Colin Farrell, foi chamado de “novo Blade Runner” e tem estreia prevista para 3 de agosto.

FOX. A Fox também mostrou trechos inéditos de seus blockbusters Prometheus, Abrahan Lincoln – Caçador de Vampiros (3/08) e Busca Implacável 2. E assim como aconteceu com o painel da Sony, quem roubou as atenções foi um filme “menor”, a primeira imagem de A Vida de Pi, adaptação do livro de Yann Martel, que há anos tenta sair do papel. Quem dirige é ninguém menos que Ang Lee (O Tigre e o Dragão, Aconteceu em Woodstock), que estreia no formato 3D. Em entrevista, ele disse que teve muita dificuldade em transpor para imagens a história do garoto que divide um bote com um tigre, um orangotango, uma zebra e uma hiena após o naufrágio de um navio que transportava animais de um zoológico, mas que está muito feliz com o resultado. A Vida de Pi estreia em dezembro.

A Fox anunciou o que todo mundo já sabia. Agora é oficial: Planeta dos Macacos (2011) terá uma continuação. Além disso, o estúdio também decretou  o fim da distribuição de seus filmes em 35 mm. A partir de 2014, todos os filmes serão digitais.

Warner. Baz Luhrmann (Moulin Rouge) apresentou o 3D de sua versão para O Grande Gatsby. O presidente do estúdio disse que o 3D de Lurhrmann num drama/romance de época serve justamente para aumentar a “emoção, intensidade e força” do gênero. O filme tem estreia prevista para o dia 4 de janeiro de 2013.

O nosso adorado Christopher Nolan mostrou cenas de O Cavaleiro das Trevas Ressurge. No clipe, cenas alternadas de Batman e da Mulher Gato deram a impressão de que os dois serão aliados contra Bane, e foi justamente Bane a maior surpresa da projeção. O áudio de suas falas estava bem mais claro e compreensível que no primeiro trailer. Nolan prometeu que o terceiro filme fechará a série da “forma mais grandiosa possível”. O Cavaleiro das Trevas Ressurge estreia dia 27 de julho.

Logo depois de Nolan, Adam Shankman subiu ao palco para mostrar cenas de Rock of Ages: O Filme, e comentou o clipe de Batman. “Eu sei que sou mais velho que ele, mas quero ser Christopher Nolan quando crescer”. Rock of Ages é a versão cinematográfica do musical homônimo da Broadway e conta com Tom Cruise e Alec Baldwin. Sobre seu filme, Shankman disse: “é como Hairspray, mas com bebidas e strippers”. O filme estreia dia 17 de agosto.

Ainda na Warner, Tim Burton e Johnny Depp mostraram algum material de Sombras da Noite (22/06), mas o ponto alto foram os 10 minutos de O Hobbit. O que foi apresentado agradou a todos, mas o formato dividiu opiniões. O filme está sendo rodado em48 fps (o convencional são 24 frames por segundo), o que dá uma nitidez e definição absurda, e é justamente isso que desagradou a muitos. “Parece filme feito para TV”, disse um. O choque que eles tiveram durante a prévia pode não ser a mesma que nós teremos em dezembro, pois o filme ainda não foi finalizado.

Universal. O estúdio não levou muita novidade para a convenção. As primeiras imagens de Os Miseráveis (aposta para o fim do ano), as artes conceituais de 47 Ronin e Oblivion (ambos para 2013), Ted (24/08), O Legado Bourne (24/08) e sua próxima estreia, Branca de Neve e o Caçador (01/06).

Outros painéis discutiram a projeção dos filmes. A projeção digital à laser deve ser o novo must dos cinemas. O consumo de energia é menor, a qualidade é melhor e resolve-se o problema de contraste da imagem, principalmente do 3D, sempre muito escura. O único problema é o custo. Quem vai bancar tudo? A película vai ser extinta em dentro de alguns anos, mas há muitas salas de cinema ainda não modernizadas para a projeção digital.  Se no mundo todo 52% das salas ainda são dependentes da película, no Brasil o andamento é pior. Este artigo do O Globo explica direitinho o nosso drama.

por que ver branca de neve e o caçador?

Cinco motivos para ver Branca de Neve e o Caçador:

1 – Charlize Theron como A Rainha. Mesmo que o filme seja ruim, só de ver a Charlize a gente já ganha o dia.

2 – O primeiro trailer é fantástico,  os outros revelam demais.

3 – A música tema é da Florence + the Machine, Breath of Life.

4 – O figurino é de Colleen Atwood, figurinista de quase todos os filmes do Tim Burton e ganhadora do Oscar.

5 – Chris Hemsworth. Ele é o Thor, a gente vê qualquer coisa que tenha o Thor, menos Thor. Melhor seria se fosse o Michael Fassbender (hahahaha!).

O filme estreia em 1° de junho.

vale a pena ver de novo

E o revival chegou ao mundo das séries. Não, não se trata de continuar reprisando Friends nem do canal TCM, o que vai dar o que falar é a faixa de séries do Viva, que vai exibir Dallas e Twin Peaks!

Dallas é a série que minha mãe via e é responsável por todas as Suellens do Brasil. A fonte é Sue Ellen, uma das personagens principais, casada com o vilão JR. A série é um eterno novelão, mas novelão mesmo, de saga familiar magnata do petróleo. Vingança, disputas, traições… Foi um gigantesco sucesso no Brasil e pega carona com a nova versão – quer dizer, é uma continuação, pois a nova Dallas já foca nos descendentes de JR e Bobby.

Dallas foi um marco no mundo das séries. Arcos dramáticos que mostravam os “podres” familiares que outros programas da época preferiam deixar debaixo do tapete, como o alcoolismo. A Dallas original vai ao ar às 21:30, de segunda a sexta. A Dallas 2012 estreia em junho na TNT.

Twin Peaks é quase uma série obrigatória para quem gosta de séries. É maluca, nosense, pirada, de dar medo. Até hoje serve de referência para obras atuais, como The Killing. Tudo começa com o corpo de Laura Palmer sendo encontrado na beira de um rio. Ninguém entende por que ela foi morta, já que era aparentemente perfeita e popular, muito querida por todos. O caso passa a ser investigado pelo agente do FBI Dale Cooper (Kyle MacLachlan), e quanto mais ele cava, mas sinistro fica. A principal pergunta da série não é “quem matou Laura Palmer?”, mas “quem era Laura Palmer?”. Passei a ter pesadelos durante a segunda temporada, mas nenhuma cena é mais estranha que a da Sala Vermelha. Medo! Twin Peaks também começa a ser exibida a partir de 1º de maio, às 22:30.

o caso smash

A saída da  showrunner de Smash,  Theresa Rebeck,  foi anunciada um pouco antes da série ser renovada para a segunda temporada. Na época, não foi explicado o real motivo de sua saída, apenas que ela queria se dedicar mais ao teatro. Passado o fuzuê, agora sabe-se que a saída dela foi um pedido da NBC, uma condição para a renovação, descontente com o desenvolvimento criativo da série. Agora foi anunciado que seu substituto é Josh Safran, produtor de Gossip Girl. Segundo a imprensa, ele concorreu com nomes de peso, mas Safran foi o que apresentou as ideias mais promissoras para Smash.

A ideia da série surgiu ainda em 2008, da cabeça de Steven Spielberg, que queria um musical por episódio. No ano seguinte, o então presidente da Showtime, Robert Greenblatt, comprou a ideia, mas ao invés de um musical por episódio, mostrar os bastidores da montagem de apenas um grande musical da Broadway. Algo sério, bem adulto, como as outras produções do canal. No início do ano passado, Greenblatt se mudou para a NBC e levou Smash na mala, mas a série não poderia ser mais como estava planejada. TV aberta é outra coisa, é preciso agradar um público mais vasto e também os anunciantes, que pagam pelo horário sem saber o que está por vir. Então os bastidores deram mais lugar ao drama e Smash virou uma lambança.

O mundo da TV é cruel. Como disse a Gloria de Modern Family, “it’s a doggy-dog world”. O piloto de Smash custou caríssimo, 7,5 milhões de dólares. E com um elenco desses, não dá para simplesmente jogar fora.

o signo das cores

A dica é do Fausto e eu achei excelente! Já falei um pouco sobre o figurino de Mad Men neste post de 2010, mas acho que em Mystery Date, ele teve um papel fundamental e muito inteligente, afinal, foram “ciclos” se fechando e abrindo. Vale muito a pena dar uma olhada, faz você achar a série ainda melhor que pensava. Basta clicar aqui!