crianças estranhas

Eu fico meio apavarado quando uma criança fica olhando pra minha cara como se eu não fosse deste mundo. Acredite, isso acontece com muita frequência (tenho até fama por isso), uma vez um menino de uns três anos veio correndo em minha direção, me abraçou e não me soltou. Sorte minha que estas crianças são bonitinhas, não tem um saco na cabeça nem mudam de voz, porque o Rotten Tomatoes listou as 15 crianças mais assustadoras do cinema. Algumas são famosíssimas, como a possuída Regan e Samara, mas outras são desconhecidas para mim – ainda bem!

Alice Spages estrangulou sua irmã (Brooke Shields) e colocou fogo em seu corpo por inveja no filme Comunhão. Depois esfaqueou sua tia e matou o gato do vizinho, sempre com a capa de chuva amarela e uma máscara sinistra. Corrão!

 

Rhonda Penmark é uma sociopata de 8 anos. Ela matou seu colega de classe com um sapato de sapateado e o servente da escola que suspeitava dela. Ainda matou um vizinho. As crianças têm medo dela, mas os adultos se deixam enganar por seu talento de vigarista. O The Bad Seed do título refere-se à mãe biológica de Rhonda, uma serial killer que foi eletrocutada. Ou seja, o mal é genético. Corrão também!

 

Os Filhos do Medo de David Cronenberg são sinistros desde a concepção. Um psiquiatra desenvolve uma técnica para seus pacientes exteriorizarem (fisicamente) seus medos, aflições, inseguranças etc. No caso de uma pobre mulher passando por um divórcio, criaturas mutantes assassinas. É, ela passa a “parir” mini monstrinhos. Cabeça de Cronenberg em “homenagem” a sua ex-mulher, com que estava enfrentando um turbulento divórcio na época. Corrão 2x!

 

Regan MacNeil de O Exorcista é a mais famosa da lista. Possuída, sua cabeça gira 360º, desce a escada de costas, vomita um negócio verde. É uma coisa! Corrão! Corrão mais quando mandam aquele e-mail pps em que ela dá um susto!

 

Charlie McGee é fruto da união de dois experimentos secretos do governo americano, filha também de Stephen King, um mestre em criar crianças sinistras. Meio incompreendida ou sem controle, ela tem o poder de incendiar com o poder da mente. Do tempo em que Drew Barrymore era louquinha da vida. Corrão, mas sem muito esforço!

 

O Anjo Malvado Henry Evans matou o pobre irmão por ciúmes. Matou também alguns animais, jogou um boneco da passarela em cima dos carros e tentou matar o pobre primo Mark. Agora eu descobri que este filme foi escrito por um dos meus autores favoritos: Ian McEwan. Como o Macaulay Culkin e o Elijah Wood eram bonitinhos, verdadeiros anjinhos, só corra quando encontra o Henry num penhasco.

Michael Myers teve uma infância terrível. Sua família era problemática, suja e violenta, por isso se tornou o maior serial killer do cinema. Aos dez anos, matou o padrasto, a irmã e o namorado dela. Foi internado num sanatório, onde viveu 15 anos e fugiu para matar sua outra irmã. Esse é corrão 3x porque Michael não morre nunca e é muito centrado em seu objetivo!

 

A governanta miss Giddens foi contratada pelo tio de Flora e Miles para criar seus sobrinhos órfãos. Logo que chega, acha que as crianças estão possuídas pela antiga governanta e um empregado da casa. Meio Os Outros com A Chave Mestra. Como não vi o filme, corrão só por precaução!

 

Se um vampiro é perigoso, um vampiro adolescente é mais ainda. Claudia foi criada por Lestat e Louis. No início era bonitinha, quase uma boneca, mas assim que ela entendeu que seria uma menininha para sempre, ela passou a questionar Lestat e as regras. Inconsequente, mimada e mortífera.  Pelo menos é só de noite. Corrão com alho!

 

Eli é outra vampira, mas esta é mais discreta, triste e sabe pouco sobre o mundo. Quando está com fome… É pior que eu, pois eu só fico mau humorado. Ah, e mexeu com o amiguinha dela, corrão 5x porque ela tem sebo nas canelas! O filme é Deixa Ela Entrar, para os desavisados.

 

Damien Thorne é o Anticristo trocado ainda bebê pelo filho natimorto do embaixador americano na Inglaterra. Estranhas mortes de pessoas ligadas a Damien convencem o pai de que o filho não é uma criança comum como imaginava, especialmente a festa de aniversário. Corrão muito!

 

Thomas é o amigo imaginário que Simon fez depois que sua família se mudou para a casa onde funcionou o orfanato em que sua mãe foi criada. Ufa! Tudo parecia ser coisa da idade, até que Simon desaparece durante uma festa e a mãe é atacada por Thomas, o menino com um saco na cabeça. O filme em questão é O Orfanato. E Thomas nem é de correr muito.

 

Primeiro você vê um vídeo (sim, VHS) com imagens desconexas, depois o telefone toca e diz “sete dias”. Uma semana depois, Samara Morgan sai da televisão e te mata de susto. Depois que o filho de Rachel (este também meio esquisito), uma jornalista, assiste ao vídeo, ela passa a investigar a origem da fita e a história de Samara e sua casa no poço. Corrão porque ela é vingativa!

 

Danny Torrance não é do mal, mas o pobre menino não entende seu dom de Iluminado. Vê as gêmeas no corredor, conversa com o dedo e fica repetindo “redrum” segurando uma faca. Eu acho ele fofo, a mãe dele me dá mais medo. Assim como Charlie, também é filho de Stephen King, mas aqui, brilhantemente adaptado por Stanley Kubrick.

 

Os habitantes de uma pequena cidade desmaiam por seis horas e todas as mulheres engravidam. As crianças nascem e com o passar do tempo, passam a formar pares e não apresentam nenhum sinal de compaixão e humanidade. As crianças se comunicam entre elas por telepatia, são extremamente inteligentes e desenvolvidas. A Cidade dos Amaldiçodos é de 1960, mas um remake foi feito em 1995. Corrão rápido, só de olhar para elas dá medo!

 

Droga, agora vou sonhar com estas carinhas!

 

Anúncios

mad eu

E a quinta temporada de Mad Men só será exibida no início em 2012… Se o mundo acabar mesmo, pelo menos será no finalzinho. Mas tem um outdoor aqui no Rio dizendo que vai acabar em maio próximo. kkkk.

Para quem não sabe, o contrato de Matthew Weiner (produtor e criador da série) com a AMC e a Lionsgate acabou e ele queria um reajuste. Por parte do canal e da produtora, eles queriam inserções publicitárias, diminuição na duração dos episódios para aumentar o número de propagandas durante os intervalos e redução de custos. Enquanto as negociações não chegam a uma conclusão, Mad Men foi oficialmente adiada para o próximo ano. Segundo Weiner,  a série terá 6 temporadas no total.

wally live action

Vi no Conexão Paris e achei tão legal que resolvi postar aqui também. Lembra do Wally, Waldo no original e com outras identidades ao redor do mundo? Aquele da camisa listrada e um gorro. Então, os fotógrafos Maxence Cardon e Charlotte Moulard ressuscitaram o viajante e o colocaram em cenários parisienses. Não tem problema se você não encontrar, pois só as imagens já valem a pena! Boa sorte e tem muito mais aqui.

rio rio rio

Existe propaganda melhor que o cinema? O Salgueiro deveria ter esperado até 2012 para fazer o enredo deste anos (o Rio no Cinema), porque até lá, mais 3 filmes de escala hollywoodiana estrearão tendo a cidade como cenário. Até alguns anos atrás, a Cidade do México sediava as premieres latinas dos blockbusters de Hollywood, mas é cada vez maior a alternância com o Rio. E com as Olimpíadas de 2016 e também a Copa de 2014, a cidade fica cada vez mais em foco. Com Rio, o filme do Carlos Saldanha, não poderia ser diferente, já que a cidade é um personagem do filme – vale lembrar que a produção do filme começou bem antes do anúncio do Rio como sede olímpica. Em novembro abril, o elenco de Velozes e Furiosos 5 volta ao Rio para o lançamento mundial, porque a história se passa no Rio. Também cogita-se que Amanhecer (ou é Eclipse?) tenha sua premiere realizada aqui.

pelo menos é um começo

Não votei na Dilma, não tinha simpatia e achava que seu governo seria áspero e grosseiro. Hoje, quase três meses depois de assumir o poder, minha opinião mudou. Gosto de seu controle por rédeas curtas – dizem que ela faz seus subordinados chorarem, o que me faz gostar ainda mais -, da objetividade e também de sua sensibilidade. Em três meses, ela cortou gastos, mandou todo mundo trabalhar, aproximou a imprensa e passou a olhar para a educação como a única salvação deste país. É claro que ainda é pouco, mas tivemos um presidente que chegou a dizer que a educação não era importante, que o importante era ser esperto.

Na última segunda-feira, dia 21, Dilma condecorou 11 professoras com a medalha da Ordem Nacional do Mérito. Pela primeira vez em 65 anos, esta medalha foi entregue a educadores.

Todo mundo sabe que professor ganha muito mal e tem um trabalho de extrema importância e responsabilidade, esta homenagem não paga as contas, mas serve como reconhecimento e incentivo. Parece que estão começando a salvar a professorinha. A luta continua!

a rainha dos olhos technicolor

Elizabeth Taylor já estava fora dos holofotes há anos, mas sua imagem, a da mulher mais bonita do mundo, dos olhos cor de violeta, ainda era forte, tão forte que apagava a imagem debilitada das últimas aparições. Sua morte leva consigo a Hollywood dos anos dourados, dos mitos e do glamour inalcançável, das celebridades com histórias pessoais tão dramáticas quanto as de seus personagens. É quase unanimidade dizer que Liz Taylor virou estrela no céu, a eterna Cleópatra, a gata em teto de zinco quente.

“Eu não finjo ser uma dona de casa comum”.

teste do sofá

Este post teve origem num comentário e decidi fazer a lista de diretores colírios, capas de caderno Tilibra. Pois bem, fazer lista de atores é mole, mas de diretores é mais difícil, abaixo estão seis, preciso de ajuda para completar o Top 10. Tentem lembrar de diretoras, pois o mercado não está para peixe e a concorrência é desleal. E elejam seu diretor(a) da camisa molhada!

Kathryn Bigelow. A única mulher deste grupo (juro que procurei outras) e também a primeira a ganhar o Oscar de Melhor Direção por Guerra ao Terror. Conhecida por dirigir filmes de macho como Caçadores de Emoção, ela é também pintora e foi mulher de James Cameron. Aos 59 anos, mantém a forma através do pilates.

 

Spike Jonze. Diride clipes como os do R.E.M., Björk, Beastie Boys e Arcade Fire, além das preciosidades Quero Ser John Malkovich, Adaptação e Onde Vivem os Monstros. Tem 41 anos e foi casado por 5 anos com a diretora Sofia Coppola.

 

Alfonso Cuarón. O diretor mexicano não erra a mão: A Princesinha, Grandes Esperanças, E Sua Mãe Também, Harry Potter e o Prisioneiro de Askaban e Filhos da Esperança. Quando era criança, queria ser diretor ou astronauta. Ganhou a primeira câmera no aniversário de 12 anos e passou a filmar tudo. Teve uma adolescência solitária e entrou na faculdade de cinema, onde conheceu seus atuais colaboradores. Na mesma época, conheceu sua primeira mulher e teve o filho Jonás. Desistiu da carreira e passou a trabalhar num museu para sustentar a família, mas logo seus amigos lhe convidaram para trabalhar em curtas. Tem 49 anos, 3 filhos e está solteiro (pelo que tudo indica)!

Andrucha Waddignton. Sugestão de minha amiga e o único brasileiro da lista. Sócio da Conspiração Filmes com seu cunhado Fernando Torres. Pula por diversos gêneros: publicidade, ficção, videoclipe e documentário. Dizem que é surfista, mas esta informação carece de confirmação. Aos 40 anos, é casado com Fernanda Torres, com quem tem dois filhos, e mais dois do casamento anterior com a diretora de arte Kiti Duarte.

 

 

 

Paul Thomas Anderson. Meio rebelde, mas nunca li nada escandaloso sobre ele. Diretor da geração VCR, daqueles que aprendeu tudo vendo filmes e na prática. Não há muitas informações sobre sua infância e juventude, sabe-se que foi expulso da escola por mau comportamento e notas baixas. Frequentou apenas dois dias da faculdade de cinema e seu pai foi apresentador daqueles programas de horror B. Já teve um longo relacionamento com Fiona Apple. Atualmente namora a atriz Maya Rudolph, com quem tem 2 filhas.

 

Zack Snyder. Cada vez mais em evidência pela estética de seus filmes e também pela qualidade, uma pessoa que trata a cultura dos quadrinhos de forma madura. Madrugada dos Mortos, 300, Watchmen, Sucker Punch e o próximo Superman. Tem 1,70m, assim como Spike Jonze, 4 filhos com a primeira mulher e atualmente é casado com a produtora de seus filmes Deborah Snyder. Estudou artes visuais em Londres e foi eleito pela EW o número 25 na lista de 50 pessoas mais inteligentes de Hollywood.

olá, enfermeira!

Já viu Nurse Jackie? Não? Bom, a terceira temporada começa no próximo domingo e é uma série super fácil de assistir, cada temporada só tem 12 episódios de 27 minutos de duração. É realmente uma dramédia, ou melhor, uma comédia de humor negro. Jackie (Edie Falco) é uma enfermeira com dores nas costas viciada em analgésicos. Os remédios ela consegue tendo um caso com o farmacêutico do hospital e sua rotina é driblar este relacionamento com o papel de mãe e esposa, além de lidar com médicos carentes e uma enfermeira novata. A série é excelente, pena que não muito popular por aqui.

oficialmente de volta à terra média

E começaram as filmagens dos dois filmes do Hobbit! Não tem MGM empacando, nem Peter Jackson no hospital, como dá para ver nas fotos! Dá uma saudade do tempo em que eu ficava esperava um ano para ver As Duas Torres e O Retorno do Rei… O primeiro filme estreia em dezembro de 2012 (por favor, mundo, não acabe até lá), o segundo, em dezembro do ano seguinte.

agora e sempre

Com quase dois anos de atraso, Àgora, filme de Alejandro Amenábar chega ao Brasil direto em DVD como Alexandria. O atraso pode ser explicado pela dificuldade que o filme teve em conseguir distribuição em países cristãos devido o seu conteúdo. Na história, com H maiúsculo também, a filósofa, matemática e astrônoma Hypatia (Rachel Weisz, mais linda que nunca) tenta proteger o conhecimento de séculos do avanço do cristianismo, até então uma religião perseguida,  na Alexandria do século 391. Ela tenta salvar o que pode antes da invasão e destruição da famosa biblioteca de Alexandria, que também funcionava como templo dos deuses pagãos. Esta cena dói de ver, de se lamentar, tão triste quanto o incêndio do Butantan um ano atrás. Nesse meio tempo, seu escravo Davus (Max Minghella) precisa se decidir entre a paixão e devoção por sua mestra e a liberdade que vem com a dominação cristã.

Anos mais tarde, Alexandria está dividida entre cristãos e judeus, mas estes são rapidamente varridos do mapa. Distorcidos e cegos, os cristãos precisam neutralizar o prefeito “convertido” atingindo seu ponto fraco, Hypatia, a influência clara e filosófica.

Amenábar (Os Outros, Mar Adentro) escreve e dirige com precisão, algumas cenas são um tanto didáticas, mas necessárias. Muito inteligente o movimento de câmera durante a cena de destruição da biblioteca, e os efeitos visuais impressionam sem parecer computação gráfica, mais ou menos como em Gladiador e Roma (a série da HBO). Falando em Gladiador, Alexandria usou as mesmas locações na Ilha de Malta.

A história de Hypatia aconteceu mais de 1600 anos atrás, porém, estes conflitos não evoluíram, muito pelo contrário, continuam atuais na tentativa de impor crença e destruir a inteligência – ou a implosão dos Budas no Afeganistão ou o acréscimo do criacionismo no currículo escolar são coisas diferentes?